Canil tem veterinário ao serviço da população

O Parque de Bem Estar Animal de Castelo Branco passou a contar com um novo serviço, que foi oficialmente inaugurado sexta-feira. Trata-se do Centro de Atendimento Veterinário Municipal onde, quem o desejar, pode contar com os serviços do médico veterinário municipal, Luís Martinho, para desparasitar, vacinar ou identificar electronicamente (chipar) o seu animal, tendo como único custo os materiais utilizados.

Para a presidente da Associação de Protecção e Apoio ao Animal Errante (APAAE), Maria do Rosário Almeida, este é um Centro de Atendimento Veterinário Municipal com "instalações simples, mas funcionais, de acordo com todos os aspectos legais", ao qual as pessoas podem recorrer todas as segundas-feiras, a partir das nove horas.

No centro Veterinário podem ser feitas vacinações, desparatizações e chipagem de animais

No centro Veterinário podem ser feitas vacinações, desparatizações e chipagem de animais

Uma inauguração que Maria do Rosário Almeida aproveitou para realçar que este não é um canil tradicional e nós orgulhamo-nos disso, destacando que aqui os animais não são condenados à morte, são conduzidos auma vida de qualidade.

Para que isso seja possível em muito conta "o espaço de excepção cedido pela Câmara, também ela de excepção, porque teve sensibilidade para acreditar, para apoiarepara dar toda a força que este projecto necessita para ir para a frente".

Maria do Rosário Almeidachama no entanto a atenção que pelo facto de este espaço existir em Castelo Branco, não pode significar que as pessoas desatem a deixar aqui todos os animais indesejados, até porque temos uma lotação a respeitar e chega a um ponto que não podemos receber mais animais, garantindo que ainda não ultrapassamos a lotação, mas estamos perto do limite, uma vez que actualmente estão ali alojados cerca de 300 animais.

Recordando que aquele espaço é gerido em conjunto com a Câmara, Maria do Rosário Almeida assegura ainda que queremos lutar contra a subsídio-dependência. Por isso temos pensado em formas alternativas de subsistência. Daí o hotel que agora vai ser aumentado, os banhos, as tosquias, o crematório para animais e uma pequena loja de acessórios para animais, a que se junta ainda o treino de animais, da responsabilidade de Sónia Manique.

Uma novidade avançada pela presidente da APAAE, é que a Associação passou a integrar um conjunto de 12 associações. Um grupo que constituiu um conselho nacional, com o apoio da Liga Portuguesa dos Direitos dos Animais (LPDA), o qual é coordenado, numa fase inicial, pela Real Sociedade para Prevenção da Crueldade Animal e onde pensamos, discutimos e procuramos implementar políticas comuns de gestão de abrigos de animais abandonados.

Proteger os animais e salvaguardar a Saúde Pública

Para o presidente da Câmara de Castelo Branco, Joaquim Morão, a abertura do Centro de Atendimento Veterinário Municipal constitui o engrandecimento de um projecto de referência, como é este Parque de Bem Estar Animal, realçando que este se deve a Maria do Rosário Almeida e a um conjunto de pessoas que está com ela. Pegaram neste espaço, onde não havia nada, foram-no recuperando e têm aqui este magnífico equipamento ao serviço dos animais.

Joaquim Morão salienta igualmente que está aqui recolhida uma grande quantidade de animais que, caso contrário, estaria abandonada pela cidade, com todos os inconvenientes que daí advinha.

Assim sendo, estas são razões mais que suficientes para que a Câmara "se sinta satisfeita por haver pessoas a conseguir por isto de pé", garantindo que se nós quiséssemos um canil municipal, não teríamos um equipamento como este, admitindo que teríamos, com certeza, um espaço onde haveria muitas dificuldades, onde havia de certeza muitas situações de desmazelo.

E é por estas razões que Joaquim Morão deixa bem claro que a Câmara, não intervindo aqui directamente, está sempre disponível para resolver todos os problemas, realçando que com esta parceria da Câmara com uma associação conseguimos fazer coisas que só a Câmara não seria capaz de fazer.

Também a presidente da LPDA, Maria do Céu Sampaio, faz questão de afirmar que, para muita gente, se calhar, esta é apenas uma pequena iniciativa. Mas é uma grande iniciativa, porque, infelizmente, vivemos num País onde a causa animal ainda não é tida como uma causa de grande relevo.

Tudo isto, quando em toda a Europa o bem estar animal é uma preocupação. Quando as pessoas nas suas cidades tratam do bem estar animal, estão a tratar também de uma coisa muito importante que é a salvaguarda da Saúde Pública, pelo que garante que Castelo Branco está de parabéns.

António Tavares in Gazeta do Interior
(2005-03-02)

Adoptar
      Fazemos Tosquias, Banhos e temos Centro de Férias para o seu animal. Vamos buscar o animal ao seu domicílio.           Fazemos Tosqui
«  Março 2005 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
 13456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031 

RGPD

O Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) é uma regulamentação que já se encontra em vigor nos países da União Europeia (UE) desde 2016, mas que se tornou obrigatória a partir de 25 de maio de 2018.»»

10 Mai 18

Inquérito

Um inquérito da iniciativa da APAAE foi levado a cabo junto de todas as turmas do 12º ano das escolas de Castelo Branco, pelos respetivos Diretores de Turma, sobre o que estes jovens, pensam acerca da realização de touradas.
Revelou que 80% dos inquiridos são contrários à realização das mesmas.
Um número tão expressivo deverá fazer-nos refletir.

10 Mai 16

Consulázaro, 3º Aniversário

O Consultório Veterinário da APAAE assinala três anos ao serviço do bem estar de todos os animais de todos os donos.
Consultas, RX, ecografias, vacinas, castrações, banhos e tosquias.

10 Mai 16

Comunicado da APAAE

Esterilizar e Castrar é Amar»»

09 Mai 16

18 Anos sem Abates

A APAAE comemora em 2016, dezoito anos sem abates no concelho de Castelo Branco.
Esperemos que rápidamente este novo paradigma deixe de ser exceção e passe a regra em todo o país!

06 Mai 16

mais notícias…

seguenos