No Cine-Teatro Avenida

Gil Vicente alimenta animais

Em Portugal vi eu já… é o nome da peça que sobe ao palco do Cine-Teatro Avenida no próximo sábado, dia 28 de Janeiro, pelas 21h30. O bilhete para o espectáculo custa uma lata de comida ou um pouco de ração para os animais da Associação de Protecção e Apoio ao Animal Errante (APAAE).

A APAAE realizou uma experiência idêntica, em Setembro do ano passado, com o grupo de teatro Váatão

A APAAE realizou uma experiência idêntica, em Setembro do ano passado, com o grupo de teatro Váatão

A Câmara de Castelo Branco uniu-se a esta iniciativa com o objectivo de apoiar uma associação que tem desenvolvido um "trabalho muito positivo em prol dos animais", explicou o vice-presidente Luís Correia, em conferência de imprensa.

Já a APAAE pretende, segundo Maria Rosário Pereira, "divulgar o parque de bem-estar animal" de uma forma divertida. Dois cães, do grupo de Teatro das Beiras, estiveram na origem deste projecto. As mascotes da companhia tiveram uma ninhada de oito cachorrinhos. A APAAE acolheu metade desta ninhada que, de outra forma, poderia ser abatida.

O grupo de teatro escolheu assim a sua sexagésima produção - Em Portugal vi eu já… - encenada no ano passado por Gil Nave, para apresentar em Castelo Branco, como forma de retribuir o gesto.

Vinte e cinco personagens aventuram-se numa viagem alucinante pelo universo de Gil Vicente "entre farsas, moralidades, fantasias alegóricas ou éclogas pastoris". O texto mistura excertos de várias obras vicentinas: Auto da Festa, Juiz da Beira, Velho da Horta, Barca do Purgatório, Triunfo do Inverno (de onde nasce o nome da peça), Floresta d'Enganos e Breve Sumário da História de Deus. A peça inclui também diversos temas musicais, alguns deles inspirados na música ibérica de autores anónimos do século XVI ou em melodias tradicionais portuguesas.

Uma lata de ração vale a entrada para o teatro

Uma lata de ração vale a entrada para o teatro

O espectáculo, para maiores de 12 anos, conta com a participação dos actores António Saraiva, Flávio Hamilton, Pedro Fiuza, Sofia Bernardo e Sofia Vaiadas.

A APAAE acolhe actualmente cerca de 300 cães e alguns gatos, no parque de bem-estar animal - três hectares e meio de terreno para os animais perdidos ou abandonados da Região. Este serviço regista uma média de cinco adopções por semana. "Somos procurados por pessoas de todo o País" afirma Maria do Rosário Pereira, acrescentando que estes são animais vacinados, registados e bem-tratados.

Com 300 animais para alimentar, a APAAE espera que a peça de teatro tenha bastante afluência o que significará "uma refeição melhorada".

Ruthia Portelinha in Gazeta do Interior
(2006-01-25)

Adoptar
      Fazemos Tosquias, Banhos e temos Centro de Férias para o seu animal. Vamos buscar o animal ao seu domicílio.           Fazemos Tosqui
«  January 2006 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232426272829
3031 

GPRD

Regulation on the protection of natural persons with regard to the processing of personal data and on the free movement of such data»»

10 May 18

Inquérito

Um inquérito da iniciativa da APAAE foi levado a cabo junto de todas as turmas do 12º ano das escolas de Castelo Branco, pelos respetivos Diretores de Turma, sobre o que estes jovens, pensam acerca da realização de touradas.
Revelou que 80% dos inquiridos são contrários à realização das mesmas.
Um número tão expressivo deverá fazer-nos refletir.

10 May 16

Consulázaro, 3º Aniversário

O Consultório Veterinário da APAAE assinala três anos ao serviço do bem estar de todos os animais, de todos os donos.
Consultas, RX, ecografias, vacinas, castrações, banhos e tosquias.

10 May 16

Comunicado da APAAE

Esterilizar e Castrar é Amar»»

09 May 16

18 Anos sem Abates

A APAAE comemora em 2016, dezoito anos sem abates no concelho de Castelo Branco.
Esperemos que rápidamente este novo paradigma deixe de ser exceção e passe a regra em todo o país!

06 May 16

more news…

seguenos