Adopta… Quando te cansares, devolves!!!

É assim que pensa a generalidade da população portuguesa? Adoptamos por capricho, devolvemos por preguiça, e quando a consciência é pouca abandonamos porque… sim!

Quando será que as pessoas vão começar a perceber que não temos capacidade para receber todos os animais que nos querem entregar? Que tudo tem uma lotação, um limite do qual não se pode passar sem colocar em causa todo um projecto? Há limites espaciais, financeiros e de recursos humanos (sobretudo estes). Voluntários são ficção científica e funcionários implicam custos consideráveis e nem sempre possuem o perfil adequado às exigências, especificidades, dificuldades e seriedade do trabalho. E por isso que, frequentemente, solicitamos às pessoas que nos deixem o seu contacto, enquanto nos empenhamos para encontrar um dono adequado ao animal que, por alguma razão, pretendem entregar.

Não fazemos milagres, mas prometemos empenho e resolvemos muitos problemas! Mas para isso precisamos da boa vontade e compreensão dos donos e não de exigências e prepotências descabidas que connosco simplesmente não funcionam.

Outra coisa que ajudava imenso era não adoptarem animais de modo precipitado, só porque é fofinho, pequenino ou porque o filho quer ou o amigo tem uma ninhada para impingir desesperadamente. Pensem que estão a tomar uma decisão IRREVERSSÍVEL!!! Devolver quando crescem não vale!!! Nenhum canil, abrigo, centro de recolha, tem de aturar tais irresponsabilidades e precipitações e os pobres animais não podem continuar a ser vítimas de tão frequentes e imponderadas decisões!! A responsabilidade é a base de uma cidadania consciente e evoluída.

Esterilizem os vossos animais de companhia

Pensem também, seriamente, em esterilizar as vossas cadelas, gatas e também os animais machos porque há claramente um excesso de mascotes de companhia, basta olhar para os valores do abandono!!!!! Sim, é verdade, as esterilizações são caras e os veterinários no que toca a preços não têm dó nem piedade!!! São claramente inflacionados para a intervenção de que se trata mas fazer o quê? Alias quanto mais as Associações de Protecção Animal as divulgam e aconselham mais lhes sobem os preços!!!!! Aproveitamentos…

Pois é, se não houver uma responsabilidade assumida e partilhada por toda a sociedade milagres é que não se podem fazer… E lembrem-se, não vale a pena pressionar as Associações, Canis e Abrigos, pois afinal não somos nós que abandonamos os animais, nós não somos o problema mas somos, com a ajuda e compreensão de todos, parte da solução.

E você… faz parte do problema ou da solução?

APAAE
(2009-09-11)

Adoptar
      Fazemos Tosquias, Banhos e temos Centro de Férias para o seu animal. Vamos buscar o animal ao seu domicílio.           Fazemos Tosqui
«  Setembro 2009 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
 123456
789101213
14151617181920
21222324252627
2930 

Inquérito

Um inquérito da iniciativa da APAAE foi levado a cabo junto de todas as turmas do 12º ano das escolas de Castelo Branco, pelos respetivos Diretores de Turma, sobre o que estes jovens, pensam acerca da realização de touradas.
Revelou que 80% dos inquiridos são contrários à realização das mesmas.
Um número tão expressivo deverá fazer-nos refletir.

10 Mai 16

Consulázaro, 3º Aniversário

O Consultório Veterinário da APAAE assinala três anos ao serviço do bem estar de todos os animais de todos os donos.
Consultas, RX, ecografias, vacinas, castrações, banhos e tosquias.

10 Mai 16

Comunicado da APAAE

Esterilizar e Castrar é Amar»»

09 Mai 16

18 Anos sem Abates

A APAAE comemora em 2016, dezoito anos sem abates no concelho de Castelo Branco.
Esperemos que rápidamente este novo paradigma deixe de ser exceção e passe a regra em todo o país!

06 Mai 16

Comunicado da APAAE

Tourada em Castelo Branco»»

29 Jun 15

mais notícias…

seguenos