Comunicado

Considerando a gravidade do ataque bárbaro e hediondo de que a APAAE tem estado a ser alvo, iniciado e exponenciado por uma só pessoa, de seu nome JOÃO OLIVEIRA, escondida a trás de uma pseudo-organização, presumimos que não legalizada, quiçás apoiado por uma Associação que em tempos idos tentou tomar de assalto o Parque, impõe-se um cabal esclarecimento da Direcção da APAAE, para quem o quiser ler e entender com isenção.

Há uns 9 meses atrás, o João Oliveira contactou telefonicamente a APAAE, apresentando-se como elemento do PAN informando que desejava visitar o Parque. Concordámos com a visita e recebemos o João Oliveira com simpatia no N/ Parque, visitando-o de uma ponta a outra e dando-lhe a conhecer o N/ modelo de funcionamento, tendo-nos então informado, de que não seria efectivamente do PAN, mas sim um dissidente do PAN. O João Oliveira revelou que tinha ficado muito agradado com o projecto, de tal forma, que nos pediu se de vez em quando ali podia ir ver os animais, ao que anuímos de imediato, pois para além de este ser um projecto aberto à Comunidade, ele, supostamente, gostaria de animais.

Na altura, em que terminou o seu contrato de trabalho, segundo parece, numa Autarquia do Distrito de C. Branco, o João Oliveira passou a ser presença diária, entusiasmado supostamente em colaborar com o projecto, assumindo-se como voluntário do mesmo. De tal forma, que até foi ele que criou a página da APAAE no Facebook! Com o passar do tempo, o João Oliveira foi alterando o seu comportamento, e apesar da sua colaboração operativa e directa com os animais ser muito escassa, foi tentando impor os seus pontos de vista sobre tudo e sobre todos, nomeadamente, na apologia muito vincada do veganismo.

Num dia em que estava a fazer a apologia do veganismo, o Tesoureiro da Associação, sem entrar em confronto directo com ele, foi dizendo de que não era vegetariano. No dia seguinte o João Oliveira passou por este elemento da Direcção e não lhe falou virando a cara para o lado. No dia seguinte numa altura em que os dois se cruzaram, o Tesoureiro da Direcção estendeu-lhe a mão para o cumprimentar e o João Oliveira não lhe correspondeu, ignorando-o ostensivamente, e resolvendo ir-se embora do Parque. Deixou naquele espaço alguns animais seus! E, de vez em quando contactava-nos para os ir visitar, visitas essas que nunca lhe foram negadas!

A denúncia agora difundida à escala planetária contra a APAAE não é mais do que um acto vingativo, poder-se-á mesmo considerar uma "vendetta" contra esta Associação completamente infundada e injustificada.

O ataque à APAAE está a ser orquestrado de forma tão meticulosa e focalizada, que um dos elementos da APAAE viu hoje, dia 13 de Julho de 2011, o João Oliveira em Castelo Branco!… Ao termos tido conhecimento do facto, vários elementos da APAAE procuraram o João Oliveira no sentido de tentarmos esclarecer o que o motiva na sua gigantesca perseguição contra esta Associação com a qual colaborou durante muitos meses! Tendo sido encontrado pela Presidente da Associação na rua, esta convidou-o cordial e simpaticamente a entrar no seu carro para esclarecer as questões que o motivam a tal perseguição!… O João Oliveira para além de recusar ostensivamente o convite, desatou a fugir para o interior de um prédio!… Porque é que terá fugido?!… Diz o povo português "que quem não deve, não teme!" Perante tal comportamento, a Presidente da Direcção da APAAE pediu a um carro patrulha da PSP que passava no local para tomar conta da ocorrência e identificar o João Oliveira.

Os elementos da APAAE retêm na sua memória afirmações do João Oliveira, "de que ele mais um grupo resolviam alguns assuntos pelas suas próprias mãos, insinuando meios violentos e, por isso!… Nesta ocorrência estiveram vários elementos da PSP, assim como a mesma foi presenciada por dezenas de pessoas no local! Um deles, um senhor que estava sentado num banco público, terá ouvido dizer ao João Oliveira, momentos antes de se ter refugiado no prédio: "fomos denunciados!"… Enfim!… Quais seriam as suas intenções?!… Para além do João Oliveira, a Presidente da Direcção e o Tesoureiro da APAAE pediram para ser identificados para à posteriori apresentarem a competente queixa-crime.

A Direcção da APAAE
(2011-04-13)

Adoptar
      Fazemos Tosquias, Banhos e temos Centro de Férias para o seu animal. Vamos buscar o animal ao seu domicílio.           Fazemos Tosqui
«  Abril 2011 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
 123
45678910
1114151617
18192021222324
252627282930 

RGPD

O Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) é uma regulamentação que já se encontra em vigor nos países da União Europeia (UE) desde 2016, mas que se tornou obrigatória a partir de 25 de maio de 2018.»»

10 Mai 18

Inquérito

Um inquérito da iniciativa da APAAE foi levado a cabo junto de todas as turmas do 12º ano das escolas de Castelo Branco, pelos respetivos Diretores de Turma, sobre o que estes jovens, pensam acerca da realização de touradas.
Revelou que 80% dos inquiridos são contrários à realização das mesmas.
Um número tão expressivo deverá fazer-nos refletir.

10 Mai 16

Consulázaro, 3º Aniversário

O Consultório Veterinário da APAAE assinala três anos ao serviço do bem estar de todos os animais de todos os donos.
Consultas, RX, ecografias, vacinas, castrações, banhos e tosquias.

10 Mai 16

Comunicado da APAAE

Esterilizar e Castrar é Amar»»

09 Mai 16

18 Anos sem Abates

A APAAE comemora em 2016, dezoito anos sem abates no concelho de Castelo Branco.
Esperemos que rápidamente este novo paradigma deixe de ser exceção e passe a regra em todo o país!

06 Mai 16

mais notícias…

seguenos