Associação de Protecção e Apoio ao Animal Errante

REGULAMENTO INTERNO DO PARQUE DE
BEM-ESTAR ANIMAL
(Abrigo de São Lázaro)

  1. As instalações do Parque de Bem-estar Animal são propriedade da Câmara Municipal tendo a APAAE a missão voluntária de zelar pela sua gestão, manutenção, conservação e execução de melhorias que sirvam o bem estar dos animais e a prossecução de um trabalho de qualidade;
  2. O Parque tem como objectivo a recolha e recolocação em novos lares de adopção de animais domésticos (cães/gatos) abandonados, vadios, assilvestrados ou vitimas de maus tratos;
  3. Os animais recolhidos (cujo estado de saúde não constitua um risco para a saúde pública ou para outros animais); não são abatidos e não há qualquer prazo máximo para a sua permanência no Parque;
  4. Animais com deficiências cuja vida seja possível não são abatidos ficando à guarda da APAAE;
  5. Os animais recolhidos são obrigatoriamente sujeitos a desparasitação interna (prevenção de hidatidose) e vacinação anti-rábica (da responsabilidade do Veterinário Municipal), os cachorros são vacinados com vacina apropriada;
  6. Os animais recolhidos têm direito a tratamento veterinário prioritário se ou quando contraírem alguma doença;
  7. Todos os animais que dêem entrada no Parque com lesões que indiciem a existência de fracturas são obrigatoriamente assistidos por um medico veterinário (da APAAE ou da Câmara Municipal), para que assim sejam despistadas situações passíveis de implicar deformidades futuras;
  8. O Parque tem o acompanhamento técnico/cientifico do Médico Veterinário Municipal e do/s Médico/s Veterinário/s da APAAE que executam nos animais, a cargo da instituição, tratamentos, intervenções cirúrgicas (como esterilizações) e aconselhamento veterinário;
  9. Os animais doentes permanecem isolados até total recuperação;
  10. No Parque não se privilegia nenhum tipo de raça ou características nos animais, todos auferem de igual tratamento e cuidado;
  11. Os animais do Parque são alimentados a ração seca privilegiando-se na escolha da mesma a boa relação preço/qualidade. Os cachorros até aos 6 meses, são alimentados com ração adequada ao seu nível etário e de desenvolvimento;
  12. No Parque não se criam nem reproduzem nenhuns tipos de raças;
  13. Os animais do Parque destinam-se à adopção, nunca podendo ser vendidos, trocados ou negociados;
  14. A APAAE aceita donativos provenientes de quem visita o Parque, adopta animais e da comunidade em geral. Esses donativos são sempre um acto voluntário por parte de quem os faz;
  15. Os animais não identificados que chegam ao Parque permanecem obrigatoriamente 8 dias nas instalações antes de serem adoptados, podendo, no entanto, ficar reservados. Os animais identificados, após comunicação aos donos, aguardam 8 dias. Findos estes prazos ficam disponíveis para adopção;
  16. O Parque destina-se ao acolhimento de animais abandonados. Os donos que se queiram desfazer dos seus animais com justas causas (morte de familiar proprietário do animal, doença, internamentos prolongados, etc. …) terão de contribuir de acordo com a tabela estipulada;
  17. O Parque pode guardar, em regime de Centro de Férias, animais na ausência dos donos, por um período máximo de 31 dias;
  18. A APAAE não se responsabiliza pela eventual contracção de doenças ou possível extravio de animais, recolhidos na via pública, que se venha a comprovar terem dono;
  19. Cumpridos os prazos legais de permanência no Parque (Dec.-Lei n.º 317/85 de 2 de Agosto de 1985), os animais adoptados de acordo com o regulamento e que não estivessem previamente identificados, não serão, após estes procedimentos, devolvidos aos antigos donos;
  20. O Parque deve estar representado em eventos relacionados com as actividades aqui desenvolvidas;
  21. O Parque deverá ser divulgado junto de toda a comunidade (campanhas publicitarias, meios de comunicação social, internet…);
  22. O Parque encontra-se aberto a toda a população durante o horário estipulado ou sempre que voluntariamente haja disponibilidade para se efectuar a sua abertura para além das horas normais de funcionamento;
  23. Os responsáveis camarários e os membros da direcção da APAAE não têm acesso condicionado ao Parque;
  24. A parceria da APAAE com a Câmara Municipal, tem o objectivo de humanizar as soluções legais para o problema dos animais abandonados, promovendo o bem-estar animal a par e passo da defesa da saúde pública;
  25. é expressamente proibido abandonar animais nas imediações do Parque ou ao portão do mesmo, sem que sejam previamente aceites por um elemento da direcção da APAAE;
  26. O trabalho de voluntários deverá ser sempre acompanhado por elementos da direcção da APAAE;
  27. A lotação do Parque é de 100 cães. Quando completo, as recolhas cessam, efectuando-se, apenas, as relativas a casos urgentes;
  28. Aquando da pretensão da entrega de ninhadas (ou animais adultos) no Parque, os proprietários deverão deixar o seu contacto para que se arranjem novos donos, não se aceitando indiscriminadamente os animais, intermediando-se a passagem de um dono para novo dono. Estas adopções são prioritárias e o principal objectivo deste sistema é a corresponsabilização dos donos que possuem animais para entrega;
  29. Aquando da adopção, os candidatos a adoptantes deverão facultar os dados identificativos solicitados, assinar o termo de responsabilidade e aceitar a visita domiciliária;
  30. Todos os animais adoptados saem vacinados, desparasitados, chipados e esterilizados, acompanhados pelo respectivo boletim sanitário, carimbado pelo veterinário municipal ou por um dos veterinários assistentes da APAAE;
  31. Os adoptantes deverão comparticipar as despesas de vacinação, desparasitação, identificação e esterilização;
  32. O Parque não entrega para adopção animais com fins de reprodução e/ou comercialização;
  33. O Parque defende a esterilização como meio privilegiado de controlo da natalidade canina/felina;
  34. O não cumprimento ou negligenciamento de qualquer um destes princípios, será analisado em reunião de Direcção da APAAE em articulação com os responsáveis camarários para que se apliquem as medidas correctivas necessárias;
  35. O Parque pode realizar actividades como tosquias, banhos, transporte e outros, destinados a sócios da APAAE e a apoiar a posse responsável de animais de companhia;
  36. A APAAE pode receber, em parceria com organismos públicos ou privados, elementos em regime de estágio, serviço comunitário, currículos alternativos e outros para que deste modo se complete a nossa vertente de serviço e utilidade pública;
  37. A APAAE privilegia, executa e apoia a realização de trabalhos e estudos de natureza escolar e/ou científica, sobre temas relacionados com a protecção e bem-estar animal, assim como as visitas de estudo no Parque e as acções de sensibilização em meio escolar;
  38. A APAAE promove o desenvolvimento de contactos com outros parques cinófilos, canis, abrigos e Associações da região e de todo o país, na procura de donos para animais em busca de um novo lar.
Adoptar
      Fazemos Tosquias, Banhos e temos Centro de Férias para o seu animal. Vamos buscar o animal ao seu domicílio.           Fazemos Tosqui
«  Novembro 2017 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930 

Inquérito

Um inquérito da iniciativa da APAAE foi levado a cabo junto de todas as turmas do 12º ano das escolas de Castelo Branco, pelos respetivos Diretores de Turma, sobre o que estes jovens, pensam acerca da realização de touradas.
Revelou que 80% dos inquiridos são contrários à realização das mesmas.
Um número tão expressivo deverá fazer-nos refletir.

10 Mai 16

Consulázaro, 3º Aniversário

O Consultório Veterinário da APAAE assinala três anos ao serviço do bem estar de todos os animais de todos os donos.
Consultas, RX, ecografias, vacinas, castrações, banhos e tosquias.

10 Mai 16

Comunicado da APAAE

Esterilizar e Castrar é Amar»»

09 Mai 16

18 Anos sem Abates

A APAAE comemora em 2016, dezoito anos sem abates no concelho de Castelo Branco.
Esperemos que rápidamente este novo paradigma deixe de ser exceção e passe a regra em todo o país!

06 Mai 16

Comunicado da APAAE

Tourada em Castelo Branco»»

29 Jun 15

mais notícias…

seguenos